Blog / Gestão de TI

Um novo ataque de Ransomware denominado de “Bad Rabbit” atacou nesta terça-feira (24/10) diversos computadores na Rússia e no Leste Europeu exibindo mensagens exigindo que o usuário pague US$ 280 em bitcoin para recuperar acesso aos próprios dados.

Segundo informações de especialistas, aparece uma solicitação falsa de atualização do aplicativo “Flash Player” no site infectado, afim de mostrar o conteúdo desejado. A contaminação deste ransomware é realizada geralmente através do acesso a internet, ou seja, ao acessar uma página que esteja contaminada o computador fica vulnerável a se contaminar também.

Ataque “bad rabbit”

Confira o post com 5 dicas para sua empresa se proteger de ataques ransomwares.

Mantenha todo o software do seu computador atualizado.

Instale regularmente as atualizações de todos os seus programas, como antivírus e spywares, navegadores, sistemas operacionais, processadores de textos e outros. Quando atualizado, a versão mais recente pode oferecer uma camada de proteção contra ameaças online, já que alguns ransomwares chegam através da exploração da vulnerabilidade de sistemas desatualizados.

É importante também possuir um appliance de internet, ele coloca uma barreira protetora entre seu computador e a internet e não deve ser desativado em nenhum momento. O Appliance possibilita a implantação de políticas de segurança, pois serviços como firewall e proxy, onde conteúdos maliciosos são bloqueados.

Faça backups regularmente

Por melhor e mais protegido seja o seus equipamentos ou sistemas operacional, as chances de ocorrerem perda de informações por motivo de ransomwares são grandes, por isso é imprescindível contar com um “plano b”.

Ao adotar procedimentos de backup, seus dados estarão a salvo de sequestros ou em circustância como remoção acidental de arquivos críticos ou falhas em componentes eletrôncos. O impostante nesses casos é ter cópias salvas em um local seguro, de preferência distantes de seus parque tecnológico.

Respeite os alertas de seu antivírus.

Instalar um bom antivírus e mantê-lo sempre atualizado é praticamente o primeiro mandamento da navegação segura. É preciso respeitar seus alertas e fazer o procedimento correto em caso de ameaça detectada.
É importante remover o vírus o mais rápido possível, e o próprio software exibe as opções para que você elimine a ameaça sem comprometer a segurança dos seus arquivos.

Evite clicar em links incorporados, e-mails não verificados e pop-ups.

Normalmente, o sequestro começa com um descuido do próprio usuário. Cibercriminosos distribuem e-mails falsos,  se passando por uma notificação de lojas online ou entidades financeiras, por exemplo, atraindo o usuário para clicar em um link malicioso de modo a instalar e disseminar malware. Por isso, é importante verificar a origem do email e nunca abrir anexos ou links suspeitos.

Outra maneira também é os pop-ups que aparecem do nada, é muito importante manter a calma e fechar um por vez; um clique fora do devido lugar pode ser a porta de entrada de um malware.

É importante proteger seus mobiles.

Hoje em dia, todo mundo usa seu smartphone e tablet para trabalhar, pela sua praticidade e agilidade. Mas com o grande acesso a e-mail e intenso fluxo de informações, seus dados e serviços importantes acumulados nos aparelhos ficam expostos. A comunicação com as redes corporativas podem disseminar malwares a servidores e terminais.
Então, quando falamos de segurança móvel, o mais importante é proteger seus dados pessoais e sua privacidade.

Ataques de ransomware continuam a crescer. De acordo com o McAfee Labs, as amostras de ransomware cresceram 169% em 2015 e o total de amostras do malware já somam quase 6 milhões. É muito importante a prevenção desse tipo de ataque, pois as perdas são enormes e dificilmente são revertidas.

Com informações: Tecnoblog

Assine nossa Newsletter

Receba nossas Novidades diretamente no seu e-mail

Nos comprometemos a manter suas informações pessoais sob sigilo, para uso exclusivo em nossa lista de contatos.

Compartilhe nas Redes Sociais